sexta-feira, 6 de junho de 2008

Criança vendendo bala

Logo no início da Avenida Ayrton Senna sentido praia, na Barra da Tijuca, este sinal de trânsito retarda e causa congestionamento no lluxo de saída da Linha Amarela. O sinal de trânsito está tão equivocado no seu longo intervalo de vermelho que os vendedores de bala podem "trabalhar" em conjunto com os vendores de jornais e os distribuidores de panfletos. Num simples sinal de trânsito podemos constatar a falta de ordem urbana na cidade.
Posted by Picasa

4 comentários:

  1. fala ai prf:aki é o anderson da 1021,po essa imagem é uma realidade da vida,que po na verda,eles tem oportunidade,muitos sim outros ñ é triste mais é a realidade,muitos tem a ache de sair da rua,mais preferi viver da maneira que o mundo ofere-se,como drogas,roubos para se sustentar,unica ajuda é consientiza-los que na vida podemos vencer,sem desistir ou olhar para traz essa e minha descriçao, para essa imagem...vlw uma abraçao para quem esta lendo.

    ResponderExcluir
  2. MEU NOME: Bruno
    TURNO: 3.TURMA: 1021.BAIRRO: MANGUINHOS.

    Acho que se as pessoas se enteresassen por estudar, evitariam
    senas como essas nos muitos sinais espalhados pelo Brasil, não veriamos crianças tendo que deixar os estudo para poder ajudar suas familias. Sei que os brasileiros sentiriam mas orgulho em ver seus filhos estudando para se tornarem grandes pessoas um dia.

    ResponderExcluir
  3. rj/16/06/2008
    willian santos turma;1024 nu;32
    eu acho que o governo deveria dar
    o portunidades para essa crianças
    para que elas não virasem vagabundo de rua ou traficante,
    mas as veses essa criansas viran mendigos,ladroes pq o conviveo onde eles moravan não en sentivava essa crianças a serem a lguem eu acho que e por isso que agrande maioria dessa crianças são o que são hoje moradores de rua

    ResponderExcluir
  4. eu acho que se o governo desse oportunidade para os jovens e desse empregabilidade as crianças e jovens não teria que ficar nos sinais.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário. Lembre-se de informar o seu nome.